sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Hoje eu chorei

Faz tempo que não vinha aqui no meu lugar, no meu canto, nas minhas ideias. Diante de uma história tão terrível quanto a que vejo na TV e nos jornais, da fatalidade que retirou a vida de tantos jovens em sua plenitude, percebo a fragilidade da vida.

Como estamos vivendo nossas vidas,Esse nosso encantador presente? Concedido por nossos pais e recebido como uma dádiva dos céus.

As vezes minha mente se revolta. outras tantas procura uma resposta. Minha terra se derrete  em lágrimas e dor. Como será que posso ajudar? Preciso de conforto para um mundo que se convulsiona diante de tanto horror.

Mero espectador, me sinto com o coração partido. Não, mais que isso, esfacelado em migalhas. A dor do outro também é a minha dor.  A perda de um é a perda de todos!

A vida não pode ser desperdiçada. Precisa ser cuidada, protegida. Expressa em sua mais vigorosa arte, a vida precisa preencher todos os cantos do universo. O vazio da alma precisa ser completado pelo movimento desta incrível palavra. Vida e vida plena!

Onde temos plantado nosso sonhos, nossa busca pela felicidade, nossa forma de viver essa intensa forma criativa chamada vida? Um algoritmo que organiza e desorganiza constantemente a procura de ordem em meio a caos.

Pai, se podes me ouvir, escute meu pedido. Conforte nossas vidas constrangidas pela perda e pela dor e motive as nossas vidas com amor, fé e esperança.

Peço não porque mereço, mas porque hoje ao acordar pela manhã, vendo os meus garotos morrerem algo aconteceu…  Hoje eu chorei!

Mais perto quero estar de Tí!

0 comentários:

Postar um comentário

 
;